(500) Dias com Ela (2009)

6 set

Um romance fora do comum. Assim pode ser definido (500) Dias com Ela, filme de estreia de Marc Webb, antes diretor de videoclipes. Optando por uma premissa e eventos mais pé-no-chão, o filme é muito mais do que uma simples comédia romântica repleta de clichês e que termina no “felizes para sempre”. É um filme mais leve, despretensioso e, principalmente, original.

Vivido por Joseph Gordon-Levitt, Tom é um romântico arquiteto que estacionou na vida, abandonando sua vocação por não se achar bom o suficiente e parado há quatro anos em uma agência de cartões, encontrando modos de outros expressarem seus sentimentos em poucas linhas. Certo dia, o jovem conhece Summer Finn (Zooey Deschanel), a descolada nova assistente de seu chefe que, simplesmente, não acredita no amor. Com uma “ajudinha” de seus amigos, Tom deslancha um relacionamento com Summer, que acaba terminando em desastre. Durante os 500 dias que sua ligação com a garota durou, o rapaz passa por uma verdadeira montanha-russa emocional, a qual acompanhamos durante o filme.

“(500) Days of Summer” procura se diferenciar dos outros exemplares do gênero. Seja pela mensagem, seja pela proposta abordada, é um filme muito mais sentimental, que tenta mostrar que as pessoas que vemos ali são seres humanos, e não meras máquinas feitas para se apaixonar.

Quem olha assim, até pensa que é uma comédia romântica séria, quando na verdade é justamente o contrário. Os personagens são incrivelmente divertidos e carismáticos, a começar por Zooey Deschanel, que está simplesmente apaixonante na pele de Summer Finn. A atriz não é apenas linda (seu par de olhos azuis são hipnotizantes), ela possui uma interpretação incrível, provando ter sido a escolha perfeita para o papel.

Enquanto isso, o simpático Joseph Gordon-Levitt assume a função do protagonista Tom Hansen, que talvez seja a figura mais facilmente identificável da fita. Ora, quem nunca se sentiu melancólico e chorou após perder um amor? E o ator soube mostrar isso, equilibrando muito bem os momentos tristes e alegres de Tom.

E se a dupla de protagonistas surpreende, algo melhor ainda pode ser dito da direção de Marc Webb. Levando o filme adiante com uma sensibilidade incrível, Webb é o maior responsável pela qualidade de “(500) Dias com Ela”. Sem nenhum tipo de exibicionismo, o diretor utiliza o recurso da narrativa não-linear a fim de que o espectador possa se sentir mais envolvido com a trama. Além disso, alguns recursos visuais criados (não inventados) pelo diretor são de uma originalidade deliciosa. Até mesmo a seqüência musical, que para muitos pode ser surreal, serve como um grande contraponto aos vários estados de espírito que o rapaz irá passar ao longo da projeção.

Mas o filme não escapa de alguns pequenos tropeços, como a narração enfadonha em certos momentos. Além disso, a cena de depoimentos que alguns personagens dão e que falam sobre amor, soa completamente inútil e desnecessária. Visto a inexperiência do diretor, são defeitos aceitáveis.

Não poderia terminar esta análise sem falar sobre a trilha sonora, tão maravilhosa (ou até melhor) quanto à média do gênero. Sendo que Summer e Tom possuem grande gosto pela musica pop, as musicas deveria ser muito bem selecionadas. E foram. Dentre elas, destaca-se Hero e Us, de Regina Spektor, There Is A Light That Never Goes Out e Please, Please, Please Let Me Get What I Want, da ótima banda The Smiths. Destacam-se também o excelente trabalho de figurino de Hope Hanafin e a bela direção de arte de Charles Vaga.

Sendo talvez o melhor do gênero nesta década, (500) Dias com Ela é um filme que merece ser conferido, seja pelo carisma dos protagonistas, pela direção inteligente, ou pela trama diferenciada. Definitivamente maravilhoso.

Uma resposta to “(500) Dias com Ela (2009)”

  1. CineIndiscreto 12/09/2010 às 4:29 PM #

    Amo, amo, amo! A Comédia romantica mais eficiente da ultima década.
    Andinhu.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: