O Golpista do Ano (2009)

6 out

Para alguns, pode ser complicado entender o objetivo deste O Golpista do Ano (I Love You Philip Morris no original). Se é uma comédia? Se é um drama? Se é um misto das duas opções? Qualquer uma das alternativas é válida, mas o fato é que o filme tem algo para passar ao público, seja pelo conteúdo, seja pela história, ou por qualquer outro ponto que o valha. Depende do espectador.

Uma breve sinopse: Steven Russell (Jim Carrey) é um homem que tem uma vida feliz ao lado de sua mulher (Leslie Mann). Mas quando ele sobrevive a um grave acidente de carro, sua vida muda para sempre. Steven assume que é gay e decide aproveitar tudo o que a vida pode lhe oferecer de melhor, nem que para isso tenha que dar alguns golpes.

Talvez o mais plausível seja acreditar que o filme tenha o objetivo de abordar o assunto homossexual (ele aborda outros temas também, o qual o espectador deve enxergar por si mesmo), e sendo assim, se torna uma experiência extremamente pessoal. Alguns poderão se identificar, outros acabarão não suportando assistir até o final. Neste quesito, encontramos o maior problema do filme. Ele, de fato, não possui um público alvo, não define para quem aquelas imagens devem importar. Na primeira metade, vemos uma comédia pastelona, com algumas gags capazes de arrancar algumas risadas. Depois disso, nos deparamos com um drama que abraça o tema da homossexualidade.

Apesar dessa certa falta de identidade impedir que nos envolvamos totalmente com o filme, a abordagem dramática salva tudo do pior. Enquanto que a parte cômica é apressada e mal desenvolvida, o drama se mostra bem mais interessante, focando no relacionamento amoroso entre os personagens. Os sentimentos de Steven por Philip são apresentados por meio de diálogos bem escritos, que fogem da apelação, tornando o filme mais humano.

Jim Carrey, que já havia demonstrado um interessante talento dramático em O Show de Truman e Cine Majestic, aparenta estar caricato na pele do tranbiqueiro Steve Russel, mas os mais atentos perceberão que, na verdade, Carrey constrói um ser que é movido pela paixão, já não mais sabendo o que fazer para mantê-la sem atrapalhar sua vida. Sua presença é única, e conserta o defeito da falta de identidade do longa.

Ewan McGregor (confessamente, um de meus atores favoritos), também se sai maravilhosamente bem na pele de Philip Morris, entregando uma atuação sincera, sem exageros, equilibrando bem o jeito afeminado do “loirinho de olhos azuis”. Além disso, sua química com Carrey é ótima, funcionando para nos fazer torcer pelos seus respectivos personagens. Uma pena que Rodrigo Santoro, mais uma vez, tenha se entregado a um papel pequeno e de pouca significância.

O Golpista do Ano não é um filme convencional de Jim Carrey (as cenas de sexo comprovam isso). Isto pode ser usado como argumento por aqueles que não gostarem do filme, mas ele possui algo a dizer, mesmo não tendo um gênero definido. Não tenta ser desafiador ou polêmico, mas apenas mostrar uma história real com personagens reais. E é difícil encontrarmos tão boa intenção no cinema de hoje.

5 Respostas to “O Golpista do Ano (2009)”

  1. Edward Kollisiom 08/10/2010 às 1:37 AM #

    Excelente retrato cômico sobre a atual posição da homossexualidade. Jim Carrey está muito bem, mas Ewan McGregor se destaca.

  2. luis otavio 08/10/2010 às 4:25 PM #

    pff

  3. luis otavio 08/10/2010 às 4:26 PM #

    quer dizer, não gostei do poster, não gostei da sinopse, não gostei do trailer, acho que vou odiar o filme. a não ser que ele seja muito bom mesmo, o que eu duvido.

  4. Rafael Oliveira 08/10/2010 às 9:46 PM #

    Então nem assista, Luís, pois bom assim como você deseja, o filme não é mesmo.

  5. Rafael Oliveira 08/10/2010 às 9:48 PM #

    Como eu disse na critica, tudo irá depender da boa vontade do espectador.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: