Archive | Premiações RSS feed for this section

“A Origem” conquista os críticos de Ohio

7 jan

O Central Ohio Film Critics, conhecido prêmio interno dos Estados Unidos, premiou A Origem nas suas principais categorias. Ano passado, o filme Amor sem Escalas foi o grande vencedor da premiação. Veja a lista completa:

 

 

MELHOR FILME
1. A Origem
2. A Rede Social
3. O Discurso do Rei
4. Cisne Negro
5. Toy Story 3
6. Bravura Indômita
7. 127 Horas
8. O Vencedor
9. Inverno da Alma
10. Exit Through the Gift Shop

MELHOR DIRETOR
Christopher Nolan, A Origem
Runner-Up: David Fincher, A Rede Social

MELHOR ATOR
James Franco, 127 Horas
Runner-Up: Colin Firth, O Discurso do Rei

MELHOR ATRIZ
Natalie Portman, Cisne Negro
Runner-Up: Jennifer Lawrence, Inverno da Alma

MELHOR ATOR COADJUVANTE
Geoffrey Rush, O Discurso do Rei
Runner-Up: Christian Bale, O Vencedor

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE
Hailee Steinfeld, Bravura Indômita
Runner-Up: Amy Adams, O Vencedor

MELHOR ELENCO
O Vencedor
Runner-Up: Bravura Indômita

ATUAÇÃO DO ANO (por um exemplar conjunto de trabalho)
James Franco, 127 Horas, Uma Noite Fora de Série, Comer Rezar Amar, Howl
Runner-Up: Chloe Moretz, Diário de Uma Banana, Kick-Ass, Deixe-me Entrar

ARTISTA REVELAÇÃO
Chloe Moretz, Diário de Uma Banana, Kick-Ass, Deixe-me Entrar
Runner-Up: Jennifer Lawrence, Inverno da Alma

MELHOR FOTOGRAFIA
Roger Deakins, Bravura Indômita
Runner-Up: Matthew Libatique, Cisne Negro

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO
Aaron Sorkin, A Rede Social
Runner-Up: Michael Arndt, Toy Story 3

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL
Christopher Nolan, A Origem
Runner-Up: Mark Heyman, Andrés Heinz e John McLaughlin, Cisne Negro

MELHOR TRILHA SONORA
Hans Zimmer, A Origem
Runner-Up: Trent Reznor e Atticus Ross, A Rede Social

MELHOR DOCUMENTÁRIO
Exit Through the Gift Shop
Runner-Up: Joan Rivers: A Piece of Work

MELHOR FILME EM LÍNGUA ESTRANGEIRA
Mother – A Busca Pela Verdade
Runner-Up: A Fita Branca

MELHOR ANIMAÇÃO
Toy Story 3
Runner-Up: Meu Malvado Favorito

MELHOR FILME NEGLIGENCIADO
Sentimento de Culpa
Runner-Up: Scott Pilgrim Contra o Mundo

 

Fonte: Cineplayers

 

Cinema Audio Society divulga indicados

6 jan

O CAS, Cinema Audio Society, anunciou hoje a sua lista de cinco nomes ao prêmio de Melhor Mixagem de Som. É o principal termômetro para a categoria de mesmo nome do Oscar. Os indicados são:

 

Melhor Mixagem de Som:

 

"CISNE NEGRO" de Darren Aranofsky

"A ORIGEM" de Christopher Nolan

"BRAVURA INDÔMITA" de Ethan e Joel Coen

"ILHA DO MEDO" de Martin Scorsese

"A REDE SOCIAL" de David Fincher

Art Directors Guild divulga seus indicados

5 jan

O Art Directors Guild, mais conhecido como Sindicato dos Diretores de Arte, anunciou hoje a sua lista de indicados ao prêmio, considerado por muitos a principal prévia para o Oscar na categoria de Melhor Direção de Arte. Para ver a imagem dos cenários de cada filme.

Direção de Arte em Filme Contemporâneo

127 Horas
Cisne Negro
O Vencedor
A Rede Social
Atração Perigosa

Direção de Arte em Filme de Época

Get Low
O Discurso do Rei
Robin Hood
Ilha do Medo
Bravura Indômita

Direção de Arte em Filme de Fantasia

Alice no País das Maravilhas
As Crônicas de Nárnia: A Viagem do Peregrino da Alvorada
Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte I
A Origem
Tron – O Legado

Apostas para o Oscar 2011: Parte I

4 jan

Vou começar a publicar minhas previsões para o Oscar 2011 em todas as categorias. Para quem não sabe, estamos chegando a um ponto crucial da temporada de premiações, faltando muito pouco para a cerimônia do Globo de Ouro e em meio a divulgações de listas, sindicatos, etc. No panorama atual, ao meu ver, os mais prováveis indicados ao Oscar são esses:

Cartaz oficial do Oscar 2011

 

Melhor Filme:

1. A Rede Social

2. O Discurso do Rei

3. A Origem

4. O Vencedor

5. Cisne Negro

6. Toy Story 3

7. Bravura Indômita

8. Minhas Mães e Meu Pai

9. 127 Horas

10. Inverno da Alma

Runner up: Atração Perigosa

Melhor Direção:

1. David Fincher – A Rede Social

2. Christopher Nolan – A Origem

3. Tom Hopper – O Discurso do Rei

4. Darren Aranofsky – Cisne Negro

5. Danny Boyle – 127 Horas

Runner up: Joel e Ethan Coen – Bravura Indômita

Melhor Ator:

1. Colin Firth – O Discurso do Rei

2. Jesse Eisenberg – A Rede Social

3. Jeff Bridges – Bravura Indômita

4. James Franco – 127 Horas

5. Robert Duvall – Get Low

Runner up: Ryan Gosling – Blue Valentine

Melhor Atriz:

1. Natalie Portman – Cisne Negro

2. Annette Bening – Minhas Mães e Meu Pai

3. Jennifer Lawrence – Inverno da Alma

4. Nicole Kidman – Rabbit Hole

5. Michelle Williams – Blue Valentine

Runner up: Lesley Manville – Another Year

Melhor Ator Coadjuvante:

1. Christian Bale – O Vencedor

2. Geoffrey Rush – O Discurso do Rei

3. Mark Ruffalo – Minhas Mães e Meu Pai

4. Jeremy Renner – Atração Perigosa

5. Andrew Garfield – A Rede Social

Runner up: John Hawkes – Inverno da Alma

Melhor Atriz Coadjuvante:

1. Melissa Leo – O Vencedor

2. Helena Bonham Carter – O Discurso do Rei

3. Amy Adams – O Vencedor

4. Hailee Steinfield – Bravura Indômita

5. Jacki Weaver – Reino Animal

Runner up: Mila Kunis – Cisne Negro

Melhor Roteiro Adaptado:

1. A Rede Social

2. Bravura Indômita

3. 127 Horas

4. Inverno da Alma

5. Toy Story 3

Runner up: Atração Perigosa

Melhor Roteiro Original:

1. Minhas Mães e Meu Pai

2. A Origem

3. O Discurso do Rei

4. Cisne Negro

5. O Vencedor

Runner up: Another Year

Melhores Efeitos Visuais:

1. A Origem

2. Alice no País das Maravilhas

3. Tron – O Legado

4. Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte I

5. Homem de Ferro 2

Runner up: Fúria de Titãs

Melhor Mixagem de Som:

1. A Origem

2. Bravura Indômita

3. Toy Story 3

4. Tron – O Legado

5. Cisne Negro

Runner up: A Rede Social

Melhor Edição de Som:

1. A Origem

2. Toy Story 3

3. Bravura Indômita

4. Como Treinar Seu Dragão

5. Tron – O Legado

Runner up: Alice no País das Maravilhas

Melhor Maquiagem:

1. Alice no País das Maravilhas

2. Cisne Negro

3. Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte I

Runner up: Bravura Indômita

Melhor Figurino:

1. Alice no País das Maravilhas

2. Bravura Indômita

3. O Discurso do Rei

4. Ilha do Medo

5. Cisne Negro

Runner up: Robin Hood

Melhor Fotografia:

1. Cisne Negro

2. Bravura Indômita

3. A Origem

4. O Discurso do Rei

5. A Rede Social

Runner up: 127 Horas

Melhor Direção de Arte:

1. A Origem

2. Alice no País das Maravilhas

3. O Discurso do Rei

4. Bravura Indômita

5. Ilha do Medo

Runner up: Cisne Negro

Melhor Montagem:

1. A Rede Social

2. A Origem

3. O Discurso do Rei

4. 127 Horas

5. Cisne Negro

Runner up: Bravura Indômita

Melhor Trilha Sonora:

1. A Origem

2. A Rede Social

3. Não Me Abandone Jamais

4. O Discurso do Rei

5. Alice no País das Maravilhas

Runner up: 127 Horas

Melhor Canção:

1. Burlesque – “You Haven’t Seen the Last of Me Yet”

2. Waiting for Superman – “Shine”

3. 127 Horas – “If I Rise”

4. Toy Story 3 – “We Belong Together”

5. Enrolados – “I See the Light”

Runner up: Country Strong – “Coming Home”

Melhor Animação:

1. Toy Story 3

2. Como Treinar seu Dragão

3. O Mágico

Runner up: Meu Malvado Favorito

Melhor Filme Estrangeiro:

1. Biutiful (México)

2. Irreversível (França)

3. Tio Boonmee, que pode recordar suas vidas passadas (Tailândia)

4. Incendies (Canadá)

5. Sons of Babylon (Iraque)

Runner up: Lula – O Filho do Brasil (Brasil)

Melhor Documentário:

1. Inside Job

2. Waiting for Superman

3. The Tillman Story

4. Earth Made of Glass

5. Smash his Camera

Runner up: Client 9: The Rise and Fall of Eliot Spitzer

 


PGA e WGA anunciam seus indicados

4 jan

Dois dos sindicatos mais importantes dos Estados Unidos anunciaram seus indicados hoje. O Producers Guild Awards, o prêmio dos produtores, é considerado a prévia mais relevante do Oscar de Melhor Filme. A relação completa dos indicados segue abaixo:

 

Os filmes… (prévia de Melhor Filme):

127 Horas

Bravura Indômita

A Origem

A Rede Social

Minhas Mães e Meu Pai

O Discurso do Rei

O Vencedor

Cisne Negro

Atração Perigosa

Toy Story 3

 

As animações… (prévia de Melhor Animação):

Meu Malvado Favorito

Toy Story 3

Como Treinar Seu Dragão

 

Os documentários… (prévia de Melhor Documentáiro):

Inside Job

Waiting for Superman

Smach his Camera

Earth Made of Glass

Client 9: The Rise and Fall of Eliot Spitzer

The Tillman Story

 

A lista dos longa metragens seguiu mais ou menos a linha do esperado. Pelo menos nove dos dez indicados já tinham vaga praticamente garantida na premiação, e, portanto, no Oscar também. A única ausência inesperada foi do filme Inverno da Alma, aclamado pela crítica americana e que veio abocanhando diversos prêmios dentro do território estadunidense. Em seu lugar, ficou o mais novo trabalho do ator Ben Affleck na direção, Atração Perigosa. Ambos devem disputar a última vaga restante no Oscar de Melhor Filme, isso é, se a Academia de Hollywood não vier com mais uma de suas surpresas.

"Inverno da Alma" e "Atração Perigosa"

 

 

Dentre as animações indicadas, a presença de pelo menos duas delas já eram esperadas: Toy Story 3, que também apareceu na lista principal, e Como Treinar seu Dragão eram apostas certas e certamente estarão no Oscar na categoria. A única indicação inesperada pertence a Meu Malvado Favorito, uma animação de sucesso porém muito, mas muito ruim. Esperava-se que pelo menos dois outros filmes pudessem aparecer antes de Despicable Me. Eram os casos de Enrolados, a produção de 260 milhões de dólares da Disney, e O Mágico, aclamada animação francesa. Assim, fica difícil prever qual filme preencherá a terceira vaga no Oscar.

A única surpresa entre os documentário foi o número de indicados. Desta vez foram seis produções nomeadas ao prêmio dos produtores, dentre as quais estão filmes já bastante conhecidos de outras premiações. É o caso de Inside Job, que aborda a crise econômica mundial de 2008 através de uma análise bastante interessante, e Waiting for Superman, que trata do polêmico assunto da educação nos Estados Unidos. Suas vagas já estão garantidas no Oscar, e o prêmio talvez acabe ficando com um deles.

Imagem do documentário "Waiting for Superman"

Imagem do documentário "Waiting for Superman"

 

Já o Writers Guild Awards, mais conhecido por aí como o WGA, é o prêmio organizado pelo Sindicato dos Roteiristas dos EUA. Aqui, pelo menos duas categorias nos interessam, e são justamente essas que aparecem no Oscar: Melhor Roteiro Adaptado e Melhor Roteiro Original.

O WGA possui tantas regras que fica difícil imaginar como eles conseguem escolher seus indicados. Animações nunca são indicadas e todos os anos o sindicato libera uma lista dos roteiros desqualificados para a indicação ao prêmio, considerado a principal prévia do Oscar nas categorias de script. Neste ano, um dos grandes favoritos do ano, o drama O Discurso do Rei, assim como BiutifulBlue ValentineO Escritor FantasmaAnother YearNão Me Abandone JamaisMade in DagenhamScott Pilgrim Contra o MundoInverno da AlmaZona VerdeAmor e Outras DrogasO Garoto de LiverpoolThe Way Back foram desclassificados e não puderam receber indicações. Sendo assim, a lista dos nomeados ficou da seguinte maneira:

 

Melhor Roteiro Adaptado:

A Rede Social

Atração Perigosa

127 Horas

Bravura Indômita

O Golpista do Ano

 

Melhor Roteiro Original:

Minhas Mães e Meu Pai

Cisne Negro

O Vencedor

A Origem

Sentimento de Culpa

 

"O Discurso do Rei" deve entrar no lugar de "Sentimento de Culpa" na categoria Melhor Roteiro Original.

 

 

Não fica muito difícil prever o que acontecerá no Oscar. Como O Discurso do Rei deve ser indicado em diversas categorias, incluindo Melhor Filme e Direção, o roteiro original escrito por David Seidler deve tomar o lugar do script que Nicole Holofcener escreveu para Sentimento de Culpa. E na categoria Melhor Roteiro Adaptado, o roteiro de O Golpista do Ano deve dar lugar para Toy Story 3 e Atração Perigosa disputa com Inverno da Alma a última vaga. Isso, mais uma vez, se não der a louca na Academia.


Sai a lista de concorrentes ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro

13 out

Saiu hoje a lista das 65 produções que disputarão o gosto do júri da Academia de Artes e Ciências de Hollywood rumo à indicação ao Oscar de Melhor Filme em Língua Estrangeira do ano que vem. Países como Etiópia e Groenlândia, que nunca enviaram concorrentes antes, participam pela primeira vez da seleção. Confira abaixo a lista completa (via UOL):

Albânia
“East, West, East”, de Gjergj Xhuvani

Algéria
“Hors la Loi” (“Outside the Law”), de Rachid Bouchareb

Argentina
“Carancho”, de Pablo Trapero

Áustria
“La Pivellina”, de Tizza Covi e Rainer Frimmel

Azerbaijão
“The Precinct”, de Ilgar Safat

Bangladesh
“Third Person Singular Number”, de Mostofa Sarwar Farooki

Bélgica
“Illegal”, de Olivier Masset-Depasse

Bósnia-Herzegovina
“Circus Columbia”, de Danis Tanovic

Brasil
“Lula, o Filho do Brasil”, de Fábio Barreto

Bulgária
“Eastern Plays”, de Kamen Kalev

Canadá
“Incendies”, de Denis Villeneuve

Chile
“The Life of Fish”, de Matias Bize

China
“Aftershock”, de Feng Xiaogang

Colômbia
“Crab Trap”, de Oscar Ruiz Navia

Costa Rica
“Of Love and Other Demons”, de Hilda Hidalgo

Croácia
“The Blacks”, de Goran Devic e Zvonimir Juric

República Tcheca
“Kawasaki’s Rose”, de Jan Hrebejk

Dinamarca
“In a Better World”, de Susanne Bier

Egito
“Messages from the Sea”, de Daoud Abdel Sayed

Estônia
“The Temptation of St. Tony”, de Veiko Ounpuu

Etiópia
“The Athlete”, de Davey Frankel e Rasselas Lakew

Finlândia
“Steam of Life”, de Joonas Berghall e Mika Hotakainen

França
“Of Gods and Men”, de Xavier Beauvois

Georgia
“Street Days”, de Levan Koguashvili

Alemanha
“When We Leave”, de Feo Aladag

Grécia
“Dogtooth”, de Yorgos Lanthimos

Groenlândia
“Nuummioq”, de Otto Rosing e Torben Bech

Hong Kong
“Echoes of the Rainbow”, de Alex Law

Hungria
“Bibliotheque Pascal”, de Szabolcs Hajdu

Islândia
“Mamma Gogo”, de Fridrik Thor Fridriksson

Índia
“Peepli [Live]”, de Anusha Rizvi

Indonésia
“How Funny (Our Country Is)”, de Deddy Mizwar

Irã
“Farewell Baghdad”, de Mehdi Naderi

Iraque
“Son of Babylon”, de Mohamed Al-Daradji

Israel
“The Human Resources Manager”, de Eran Riklis

Itália
“La Prima Cosa Bella” (“The First Beautiful Thing”), de Paolo Virzi

Japão
“Confessions”, de Tetsuya Nakashima

Cazaquistão
“Strayed”, de Akan Satayev

Coréia
“A Barefoot Dream”, de Tae-kyun Kim

Quirguistão
“The Light Thief”, de Aktan Arym Kubat

Letônia
“Hong Kong Confidential”, de Maris Martinsons

Macedônia
“Mothers”, de Milcho Manchevski

México
“Biutiful”, de Alejandro Gonzalez Inarritu

Holanda
“Tirza”, de Rudolf van den Berg

Nicarágua
“La Yuma”, de Florence Jaugey

Noruega
“The Angel”, de Margreth Olin

Perú
“Undertow” (“Contracorriente”), de Javier Fuentes-Leon

Filipinas
“Noy”, de Dondon S. Santos e Rodel Nacianceno

Polônia
“All That I Love”, de Jacek Borcuch

Portugal
“To Die Like a Man”, de Joao Pedro Rodrigues

Porto Rico
“Miente” (“Lie”), de Rafael Mercado

Romênia
“If I Want to Whistle, I Whistle”, de Florin Serban

Rússia
“The Edge”, de Alexey Uchitel

Sérvia
“Besa”, de Srdjan Karanovic

Eslováquia
“Hranica” (“The Border”), de Jaroslav Vojtek

Eslovênia
“9:06”, de Igor Sterk

África do Sul
“Life, above All”, de Oliver Schmitz

Espanha
“Tambien la Lluvia” (“Even the Rain”), de Iciar Bollain

Suécia
“Simple Simon”, de Andreas Ohman

Suíça
“La Petite Chambre”, de Stephanie Chuat e Veronique Reymond

Taiwan
“Monga”, de Chen-zer Niu

Tailândia
“Uncle Boonmee Who Can Recall His Past Lives”, de Apichatpong Weerasethakul

Turquia
“Bal” (“Honey”), de Semih Kaplanoglu

Uruguai
“La Vida Util”, de Federico Veiroj

Venezuela
“Hermano”, de Marcel Rasquin

 

Os indicados ao Oscar saem em 25 de Janeiro de 2011.

 

“The King’s Speech” é o grande vencedor do Festival de Toronto

19 set

A 35ª edição do Festival Internacional de Cinema de Toronto terminou hoje com a vitória de “The King’s Speech”, filme dirigido por Tom Hooper. A produção, eleita pelo público como a melhor de toda a mostra, conta a história do rei George 6º durante seu reinado na Inglaterra.

Ao todo, foram mais de 331 trabalhos exibidos durante os dez dias de Festival, dentre os quais estão 250 longa-metragens e 81 curtas provenientes de 59 países. O canadence “Force of Nature: The David Suzuki Movie” saiu com o prêmio de melhor documentário e o vencedor da categoria Midnight Madness, que indica filmes de ficção científica e terror, foi o americano “Stake Land”.

Já os escolhidos pelo júri foram o estadunidense “Beautiful Boy”, com Michael Sheen e Maria Bello, e o francês “L’Amour Fou”.

O Festival de Toronto é considerado uma das premiações mais importantes do planeta, a qual é usada como parâmetro para o Oscar. No ano passado, o filme Preciosa, de Lee Daniels, saiu como o grande vencedor do festival. Este ano, a produção esteve entre os dez finalistas do prêmio da Academia, tendo conquistado outros dois prêmios (Melhor Atriz Coadjuvante para Mo’Nique e Melhor Roteiro Adaptado). Em 2008, Quem Quer Ser um Milionário? foi o escolhido de Toronto. Em março do ano seguinte, o longa conquistaria nada mais, nada menos do que oito estatuetas no Oscar, incluindo Melhor Filme e Direção, para o cineasta Danny Boyle.

Sofia Coppola vence Festival de Veneza

11 set

A cineasta americana Sofia Coppola, de 39 anos, ganhou hoje o Leão de Ouro no Festival de Veneza 2010. A diretora, filha de Francis Ford Coppola (O Poderoso Chefão), já era considerada uma das maiores favoritas ao prêmio desde que Somewhere, seu mais novo trabalho, foi exibido no festival.

Apesar do favoritismo de Coppola, a imprensa considerou a decisão do júri, presidida por Quentin Tarantino, surpreendente. Outras produções como Black Swan, do diretor Darren Aranofskye Promises Written in Water, de Vincent Gallo eram apontadas como fortes concorrentes ao prêmio máximo do festival.

O cineasta espanhol Alex de la Iglesia ficou com o Leão de Prata de Melhor Direção, pelo filme Balada Triste de Trompeta. Já Ariane Labed, que interpreta uma garota de 23 anos, virgem e indecisa em relação à sua vida no filme grego Attenberg, ficou com o prêmio de Melhor Atriz.

Mas se Gallo não levou o Leão de Ouro, pelo menos na categoria Melhor Ator ele não saiu de mãos vazias. O ator e também diretor norte-americano levou o Leão de Prata por sua atuação no filme Essential Killing, de Jerzy Skolimowski. Este, aliás, que também ficou com o Prêmio Especial do Júri.

A atriz Mila Kunis ganhou o prêmio de Revelação por sua interpretação em “Black Swan”, enquanto o prêmio de Melhor Roteiro ficou também com Alex de la Iglesia.

Lista dos filmes que concorrerão ao Leão de Ouro em Veneza

29 jul

O Festival de Veneza divulgou a lista dos filmes que estarão na disputa do prêmio maior do evento, que acontecerá entre os dias 1º e 11 de Setembro deste ano, o Leão de Ouro. Os títulos estão listados abaixo:

Abertura:

“Black Swan,” Darren Aronofsky (EUA)

“La Pecora Nera,” Ascanio Celestini (Itália)
“Somewhere,” Sofia Coppola (EUA)
“Happy Few,” Antony Cordier (França)
“The Solitude of Prime Numbers,” Saverio Costanzo (Itália-Alemanha-França)
“Silent Souls,” Aleksei Fedorchenko (Rússia)
“Promises Written in Water,” Vincent Gallo (EUA)
“Road to Nowhere,” Monte Hellman (EUA)
“Balada Triste de Trompeta,” Alex de la Iglesia (Espanha-França)
“Venus Noir,” Abdellatif Kechiche (França)
“Post Mortem,” Pablo Larrain (Chile, México, Alemanha)
“Barney’s Version,” Richard J. Lewis (Canadá, Itália)
“We Believed,” Mario Martone (Itália-França)
“La Passione,” Carlo Mazzacurati (Itália)
“13 Assassins,” Takashi Miike (Japão-EUA)
“Potiche,” Francois Ozon (França)
“Meek’s Cutoff,” Kelly Reichardt (EUA)
“Miral,” Julian Schnabel (EUA-França-Itália-Israel)
“Norwegian Wood,” Tran Anh Hung (Japão)
“Attenberg,” Athina Rachel Tsangari (Grécia)
“Detective Dee and the Mystery of Phantom Flame,” Tsui Hark (China)
“Three,” Tom Tykwer (Alemanha)

Fonte: UOL Cinema.

Sai a lista dos filmes que participarão do Festival de Toronto 2010

27 jul

O site Indiewire publicou o nome de alguns filmes que participarão do Festival de Toronto deste ano, o primeiro prêmio que já começa a definir o cenário do Oscar 2011. A lista dos “convidados de gala” da noite segue abaixo:

The Conspirator

Direção: Robert Redford

Elenco: James McAvoy, Robin Wright, Kevin Kline, Evan Rachel Wood, Tom Wilkinson.

A Dívida

Direção: John Madden

Elenco: Helen Mirren, Sam Worthington, Ciarán Hinds, Tom Wilkinson.

The King’s Speech

Direção: Tom Hooper

Elenco: Colin Firth, Helena Bonham Carter, Guy Pierce, Michael Gambom, Geoffrey Rush, Timothy Spall.

Little White Lies

Direção: Guillaume Canet

Elenco: François Cluzet, Marion Cotillard, Benoît Magimel, Gilles Lellouche, Jean Dujardin, Laurent Lafitte, Valérie Bonneton, Pascale Arbillot.

Peep World

Direção: Barry Blaustein

Elenco: Troian Avery Bellisario, Michael C. Hall, Kate Mara, Judy Greer, Taraji P. Henson.

Potiche

Direção: Francois Ozon

Elenco: Gérard Depardieu, Catherine Deneuve, Judith Godrèche, Jérémie Renier.

The Town

Direção: Ben Affleck

Elenco: Chris Cooper, Rebecca Hall, Jeremy Renner, Pete Postlethwaite, Blake Lively, Jon Hamm, Ben Affleck.

Another Year

Direção: Mike Leigh

Elenco: Jim Broadbent, Lesley Manville, Ruth Sheen, Imelda Staunton.

Beginners

Direção: Mike Mills

Elenco: Ewan McGregor, Christopher Plummer, Mélanie Laurent, Goran Visnjic.

Conviction

Direção: Tony Goldwyn

Elenco: Sam Rockwell, Hilary Swank, Juliette Lewis, Peter Gallagher, Minnie Driver, Melissa Leo.

Dhobi Ghat

Direção: Kiran Rao

Elenco: Aamir Khan, Prateik Babbar, Monica Dogra, Kriti Malhotra.

It’s Kind of a Funny Story

Direção: Ryan Fleck & Anna Bowen

Elenco: Zach Galifianakis, Emma Roberts, Lauren Graham, Viola Davis.

Never Let Me Go

Direção: Mark Romanek

Elenco: Carey Mulligan, Andrew Garfield, Keira Knightley, Sally Hawkins.

Rabbit Hole

Direção: John Cameron Mitchell

Elenco: Nicole Kidman, Sandra Oh, Aaron Eckhart, Dianne Wiest.

The Trip

Direção: Michael Winterbottom

Elenco: Steve Coogan, Rob Brydon.

Trust

Direção: David Schwimmer

Elenco: Clive Owen, Catherine Keener, Viola Davis, Noah Emmerich, Nicole Forester, Brandon Molale.